Cyber Risk Index (CRI)

Entenda suas lacunas de segurança cibernética e como minimizar o risco de ataques cibernéticos

Um snapshot global da resiliência da cibersegurança

Com a ajuda do Cyber Risk Index (CRI), você pode avaliar as lacunas na postura de segurança atual da sua organização e como você se compara com seus pares. Atualizado regularmente, o CRI foi criado pela Trend Micro Research e pelo Ponemon Institute pesquisando organizações em todo o mundo para investigar seu nível de risco cibernético. Como antes, a última rodada inclui América do Norte, Europa, Ásia-Pacífico e América Latina/Sul.

Pontuação atual do Cyber Risk Index global: -0.04,
representando risco elevado

O índice é baseado em uma escala numérica de -10 a 10, com -10 indicando o nível mais alto de risco.

*Instituto Ponemon.
Risco Elevado

Um CRI mais baixo = maior risco

Os resultados mostram que as empresas globais têm uma chance muito alta de serem violadas

Cyber Risk Index 2021
Gráfico de barras do Cyber Risk Index Trends
Gráfico de linhas Cyber Risk Index Trends

No geral, o CRI teve tendência de alta globalmente devido à maior preparação cibernética e aos entrevistados que percebem que o cenário de ameaças está melhorando. A América Latina/Sul foi a única região que apresentou um CRI menor em comparação com outras regiões.

Principais fatores de risco em 5 áreas de risco principais

Áreas de risco

Desafios de segurança cibernética revelados

Pesquisamos 980 profissionais de segurança de TI da América do Norte, 886 da Europa, 875 da Ásia-Pacífico e 700 da América do Sul/Latina de diversos setores e tamanhos de empresa. Aqui está o que encontramos desde a pesquisa anterior.

CRI trabalhando no laptop

Ainda elevado, o risco norte-americano e europeu diminuiu. O CRI latino/sul-americano aumentou, permanecendo elevado, enquanto a Ásia-Pacífico está agora em “risco moderado”.

A pandemia de COVID-19 em andamento foi um fator significativo com mudanças nas respostas de funcionários que trabalham em casa/móveis, infraestrutura em nuvem e riscos de terceiros para as organizações.

Trabalhadores do CRI apontando para risco

76% dos entrevistados esperam uma violação nos próximos 12 meses – uma redução de 10%, mas uma indicação de falhas críticas de segurança. Mais de um terço das organizações enfrentou 7 ou mais ataques de rede bem-sucedidos nos últimos 12 meses – um aumento de 10% em relação aos resultados anteriores.

CRI homem monitorando ataque

As consequências prejudiciais de um ataque se acumulam rapidamente. Os entrevistados citaram equipamentos roubados ou danificados, rotatividade de clientes, danos à reputação e litígios como principais preocupações. Os custos de contratação de consultores de segurança cibernética para lidar com vazamentos de dados de clientes e medidas regulatórias aumentam a pressão.

Experimente a calculadora rápida CRI

Uma empresa com uma forte postura de segurança cibernética pode impedir ameaças sérias contra dados, aplicativos e infraestrutura de TI. Use esta versão abreviada de nossa pesquisa para obter resultados de CRI e recomendações sobre como mitigar seu risco cibernético.

Como sua empresa se comporta?

Recuperar ameaças

Avaliar, proteger, detectar, reagir e se recuperar de ameaças

Implementar uma estrutura abrangente de gerenciamento de riscos corporativos, como o Cyber ​​Security Framework do NIST, é um ótimo começo. Como cada organização é diferente, os CISOs devem aplicar sua fórmula exclusiva de “pessoas + processos + tecnologia” para reduzir seu risco geral.

Agende uma reunião com um de nossos especialistas em risco para discutir o nível de risco do seu negócio e como a Trend Micro One, nossa plataforma unificada de segurança cibernética, pode ajudá-lo a entender, comunicar e mitigar melhor o risco cibernético em toda a sua organização.